20 janeiro 2015

Resenha: Ser Feliz é Assim, por Jennifer E. Smith


Oi gente, tudo bom? Não sei se vocês lembram, mas no book haul da black friday eu falei que estava lendo Ser Feliz É Assim e que em breve sairia resenha aqui no blog. Não foi tão breve assim, mas aqui está a resenha!

O livro começa quando Graham, um famoso galã de cinema que é o sonho de consumo de inúmeras garotas, manda, por engano, um e-mail para Ellie, uma menina de uma pacata cidade no Maine que esconde um segredo sobre o passado de sua família. Mesmo sem nada em comum, esse primeiro contato leva a uma correspondência virtual, e, embora não saibam nem o nome um do outro, ambos trocam detalhes sobre suas vidas, esperanças e medos. De repente, surge a chance de Graham filmar na pequena cidade onde Ellie mora, mas talvez a última coisa que a garota queira seja que a atenção da mídia, concentrada ao redor de Graham, traga seu segredo à tona.


"[Ser feliz é] ver o sol nascendo no porto. Tomar sorvete num dia de calor. Ouvir o barulho das ondas ali no fim da rua. O jeito como meu cachorro se enrosca perto de mim no sofá. Dar um passeio a pé de noitinha. Filmes legais. Tempestades. Um belo cheeseburger. Sextas-feiras. Sábados. Quartas-feiras, até. Mergulhar a ponta dos dedos do pé na água. Calça de pijama. Chinelo de dedo. Nadar. Poesia. A ausência de emoticons num e-mail. E pra você, como é ser feliz?" pág. 25
Sim, talvez esse livro siga a mesma receita de personagens engraçados e fofos envolvidos em problemas e impedidos de ficar juntos, mas não vou negar que com certeza tem o ingrediente secreto da autora. O livro, na minha opinião, foi bem melhor que A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista, os dois são narrados em terceira pessoa, mas dessa vez os capítulos alternavam de foco entre Graham e Ellie, que foram dois personagens muito bem construídos, de uma forma que você consegue imaginar como eles se comportariam em determinada situação.

Esse é o Frederico! Ele foi meu modelo por um dia :B
A história se conduz de uma forma bem leve apesar de todos os capítulos apresentarem o "pico", além de a narração da autora ser bem direta, ela te dá os detalhes que você precisa para entender o que ela imaginou quando escreveu o livro. Outro ponto forte do livro foi o bom humor. Gargalhei algumas vezes com cenas ou comentários engraçados, e como esse humor contrapôs bem os problemas (profundos, devo admitir) pelos quais os personagens passam.

Se você gostou de A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista (pausa para recuperar o fôlego) ou gosta de romances fofos, você vai adorar o livro. Ele é super leve e descontraído, então dá para ler em intervalos ou de uma vez só, mesmo. É perfeito tanto para ler embaixo do edredom quanto para levar para a praia. E a edição é linda, também! Tem alguns e-mails que os protagonistas trocam no começo de cada capítulo, e a introdução do livro também é feita basicamente por e-mails, o que eu adorei. Sem contar que a lombada combina com a de A Probabilidade Estatística do Amor a Primeira Vista (obrigada, Galera Record!).


Se você já leu deixa aqui embaixo, nos comentário, o que achou do livro! Quem sabe a gente não troca umas ideias, haha! Um beijão, pessoal. Até a próxima! 

11 comentários:

  1. Adoro esse Jennier E. Smith e adoro esse livro, é super amorzinho <3 Mas vou confessar que diferente de você, eu prefiro A Probabilidade Estatística do Amor À Primeira Vista, que é o meu favorito dela até o momento hehe
    Beijão!
    Fla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela é mesmo um amor. Mal posso esperar para que os outros livros cheguem aqui!

      Excluir
  2. Oii Walesca, tudo bem?
    Ao ler a resenha fiquei com dor do coração kkk sério, já estou com saudades do casal, já escrevi a resenha depois que terminei o livro com inspiração haha, amei sua resenha linda, e as fotos também viu haha
    Espero sua visita em Doce Literário novamente *-*
    http://www.doceliterario.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi flor, tudo joia?
    Amei o Frederico hahaha, super fotogênico ele *-*
    Não conhecia a obra, mas me interessei bastante, amei a resenha;


    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joice!
      O Frederico agradece, e eu também!

      Excluir
  4. Haha um exemplo que pessoas podem ter opiniões diferentes tá aqui! Postei resenha desse livro faz bem pouco tempo, e infelizmente não gostei tanto assim. Acho a probabilidade (..) beem melhor, não sei, acho que o casal me convenceu mais

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "O presente do meu grande amor", vem ver!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a maior diferença foi que o Graham me conquistou, hehe.
      Beijo!

      Excluir
  5. Adorei seu blog!

    Quanto ao livro, não é o estilo que eu gosto, mas me pareceu bem legal, adorei sua resenha!

    Estou seguindo seu blog para acompanhar sempre!

    Se quiser conhecer o meu blog também, só dar uma passadinha no
    Estandy Books - A Estante da Andy

    ResponderExcluir
  6. Oi Waleska!
    Ótima resenha. Vou pesquisar sobre ele, quem sabe o leio no ano q vem (digo pq nem sei se consigo cumprir minha meta do ano haha)

    Lindo o blog!
    Beijos!

    Meu Mundo depois da Meia noite

    ResponderExcluir
  7. Adorei sua resenha! Esse livro parece ser fofinho igual o A probabilidade estatística do amor a primeira vista. Vou procurar para ler ^^

    Até mais!
    Math // de-livro-em-livro.blogspot.com

    ResponderExcluir